beruby.com, o portal onde podes poupar!

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Foi o fim.

por Dany, em 17.12.14

Estas duas últimas semanas foram dificies, não vou falar da escola com as horas infindáveis na cozinha e mais não sei quantas coisas para fazer e acabar.

Porque a par disso, eu e o A. chateamo-nos, daquelas brigas mesmo feias. Ao ponto de lhe virar costas e lhe ter deixado a aliança no banco do carro, tentando assim deixar tudo para trás. Mas não deixei. Obvio, não é simples assim. Disse tudo o que pensava e tinha guardado. Disse-lhe que até que ele não crescesse e mudasse a mentalidade não iria dar. Porque estou cansada de namorar com uma criancinha de 24 anos. Mas claro, uma relação de 4 anos e não sei quantos meses não é fácil de terminar assim, vivi tanto, sorri tanto e chorei outro tanto. Mais dificil ainda, não estavamos a separar-nos por já não existir amor, mas sim porque não posso continuar com uma relação que acho que não vai resultar por sermos demasiado diferentes, porque acho que ele podia ter feito tanto por mim e simplesmente foi deixando os dias, os meses, os anos passarem e acomodou-se ou acomodamo-nos de tal maneira que... Enfim. Durante os dias seguintes fomos estando juntos, como amigos, só os dois, com os outros. Em minha casa, na rua, num café, num restaurante. Era demasiado, demasiado doloroso. O querer tocar e não poder, o tocar e arrepender, o chamar amor e engasgar, a vontade de beijar reprimida.

Na segunda disse-lhe que estava com saudades para que quando saisse do trabalho viesse ter comigo. E veio... Apareceu-me à frente de tshirt e casaco de verão tal criança mimada que os pais avissam que está frio mas que mesmo assim sai de casa à campeão para se fazer de forte frente aos amigos. Ralhei. Obvio. Eu sei que adorava estar no Brasil, cheia de calor e pouca roupa... Mas não estamos. Gera discussão. E acabar tudo. De vez. Pensei que como sempre faziamos conseguissemos falar em condições passado de umas horas e ao menos uma mensagem como amigos, nada de mais. Mas não. Eu mandei um testamento naquela noite e nenhuma resposta, uma mensagem ontem mais dez chamadas depois de "beber para esquecer" (nota mental: nunca resulta) e nada. Hoje, até agora nada.

Custa tanto. Em quatro anos, nunca houve um único dia em que não falassemos. Foi o fim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:04


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Maria a 18.12.2014 às 15:37

Awwww lamento que as coisas não tivessem a resultar e que tenha tudo chegado a um fim. Quem sabe não poderão melhorar num futuro próximo. Não sei bem que te possa dizer, neste momento, porque de relações não percebo nada, "niente", e imagino que poucas sejam as palavras certas que te poderão fazer sentir melhor. Mas, olha, o mail (ainda que do meu blog) está aberto, se precisares de alguma coisa, nem que seja só para praguejar contra o universo ou assim. Melhores dias virão, de certeza. Força!

R.: aww já cheguei a Portugal, há dois dias atrás. E fui logo presenciada com uma bela de uma greve do metro, e tive que andar como uma sardinha enlatada nos autocarros. Isso seria definitivamente uma boa oportunidade. Penso que irias gostar da Alemanha. E "ares" diferentes, penso que fazem bem a toda a gente.

Beijinhos!
Imagem de perfil

De Beatriz a 18.12.2014 às 22:04

Concordo! ahah Abaixo o desfile da VS!

Terminar uma relação é sempre complicado, ainda para mais quando é de tantos anos. Mas se pensas que esta foi a decisão mais acertada e que será o melhor para ti, então não te culpes e muita força para ultrapassar este momento menos bom. Beijinhos e força!**
Imagem de perfil

De Maria João Costa a 19.12.2014 às 10:54

Força!!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D